Entrevista Taís Lacerda: colocar Piracicaba na rota da economia criativa

Cidade participa do Dia Mundial da Criatividade com mais de 20 atrações on-line

Tais Lacerda, líder local do Dia Mundial da Criatividade em Piracicaba
Tais Lacerda: intenção foi colocar Piracicaba na rota do movimento pela criatividade.

A edição do Dia Mundial da Criatividade em Piracicaba traz um mosaico da economia criativa na cidade na visão da líder local, Taís Lacerda. As apresentações on-line programadas para os dias 21 e 22 de abril mostram ações que artistas, pequenos empreendedores, professores fazem por aqui e que vão além da simples repetição de formatos prontos.

Taís Lacerda aponta que na crise sanitária com a epidemia de coronavírus há muitas pessoas se desdobrando para encontrar novos rumos para seus negócios. E justamente neste momento, a criatividade é um fator importante.

Veja mais notícias sobre o Dia Mundial da Criatividade em Piracicaba.

Taís tem formação em química industrial e doutorado em energia na agricultura. Foi professora da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), onde exerceu cargos de coordenação de cursos e de assessoria na Pró-Reitoria de Pós-Graduação. Em 2019 Taís propôs a criação do Cáxaralab Piracicaba Criativa que reúne profissionais e empreendedores da cidade no setor da economia criativa.

Ela concedeu esta entrevista por escrito ao Da Janela:

Por que fazer um Dia da Criatividade em Piracicaba?
Para demonstrar as potencialidades de indivíduos criativos que vem atuando no município, e de colocar a cidade na rota desse movimento.

Como ações criativas podem nos ajudar num momento de epidemia e de reclusão social?
Acredito que são nas crises que mais criamos, temos que olhar as oportunidades que vem surgindo nesse novo cenário que estamos enfrentando. Posso garantir que estou ouvindo de muitos participantes que estão trabalhando dobrado para se reinventar.

Criatividade nos remete talvez a artes e novas tecnologias? É isso mesmo, ou esse movimento vai além?
Vai além. Eu entendo que a criatividade não é exclusiva de um determinado setor, mas sendo própria da condição de qualquer ser humano. E a ideia é de apresentar casos de profissionais criativos que moram em Piracicaba e que vem desenvolvendo projetos, negócios e impactando localmente a cidade.

O que a realização do Dia da Criatividade em Piracicaba pode trazer para os participantes e para a cidade?
A ideia inicial consistiu em colocar a cidade dentro desse movimento. Conseguimos com a adesão de inspiradores, hoje denominados criativistas (criativo e ativista), anfitriões, apoiadores e voluntários. Pretendemos nos dias 21 e 22 apresentar as atividades inscritas desses profissionais na cidade, muitos inclusive com projetos voluntários.
Entendi que essa aproximação vai ao encontro ao que penso, em criar uma rede de profissionais que atuam nos eixos da Economia Criativa.

Como o público pode participar?
Os interessados poderão baixar o aplicativo APP Dia Mundial da Criatividade, se inscrever nas atividades que se interessar. Serão todas feitas online. Também poderão usar seu computador e buscar a página [do Dia Mundial da Criatividade], fazer a inscrição e assistir por lá.

O Dia da Criatividade em Piracicaba está ligado a algum outro movimento?
Sim, estamos com um projeto, Caxaralab Piracicaba Criativa, apoiado pelo SESC Piracicaba que tem como objetivo o fomento do desenvolvimento local através de setores criativos (consumo, artes, comunicação e tecnologia).

Veja a programação completa do Dia Mundial da Criatividade em Piracicaba.

Deixe um comentário