Coral Canto Alegre: inscrições gratuitas até 12 de outubro

Projeto é patrocinado pela Oji Papeis Especiais por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura

Coral Canto Alegre (foto: divulgação)

O Coral Canto Alegre, sob a regência da musicista Tania Pacca Perticarrari, recebe inscrições gratuitas dos interessados em participar de suas atividades semanais, que em tempos de pandemia vão acontecer com aulas virtuais.

As adesões ao grupo podem ser feitas até o dia 12 de outubro. É necessário ter 15 anos de idade ou mais e informar nome completo, data de nascimento, endereço, bairro, telefone e experiência musical pelo e-mail coralcantoalegre@gmail.com.

As aulas têm início no dia 13 e ocorrerão sempre às terças-feiras, das 19h às 20h15, até fevereiro de 2021. As vagas são limitadas.

Não é preciso saber cantar. A finalidade é proporcionar o contato com a linguagem musical e com o desenvolvimento pessoal por intermédio de exercícios rítmicos, corporais, de respiração, técnica vocal, possibilitando ao participante experiências musicais que o levem a um novo tipo de contato consigo mesmo. Por isso, as aulas são abertas a quem queira experimentar o canto coral.

Ao final dos cinco meses de capacitação, a ideia é que o grupo realize uma produção musical virtual.

Em parceria com a pianista Francine Rigitano, Tania Pacca Perticarrari vem se preparando para as aulas virtuais. Este é um dos desafios de adaptação aos educadores neste momento, mas que também está repleto de novas possibilidades para as artes. “Essa distância trará ao participante do coral a possibilidade, por exemplo, de perceber sua própria voz, de se ouvir sozinho, realizando seu trabalho técnico-vocal a partir de um novo formato de consciência individual”, destaca.

O Coral Canto Alegre

O projeto começou a ser desenvolvido pela regente, também coordenadora do programa Teia Vocal, em agosto de 2017. Na ocasião ela trabalhou com os colaboradores da  multinacional japonesa Oji Papéis Especiais, localizada no bairro Monte Alegre, em Piracicaba. Em 2018 e 2019, ganhou o benefício da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e se expandiu para a comunidade piracicabana, com ensaios no Centro Comunitário do Bairro Monte Alegre.

Um dos momentos de destaque deste grupo foi a experiência que tiveram quando foram regidos pelo maestro João Carlos Martins, que na ocasião participava de evento promovido pela empresa patrocinadora.

Atualmente, o Coral Canto Alegre permanece patrocinado pela Oji Papéis Especiais por intermédio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, com realização da Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo. “Nosso desejo é que esse projeto possa ter continuidade e se expandir futuramente”, afirma a regente.

A regente

Tania Pacca Perticarrari regente do Coral Canto Alegre (foto: divulgação)
Tania Pacca Perticarrari regente do Coral Canto Alegre (foto: divulgação)

Tania é educadora musical especializada em regência coral. Atua nessa área há mais de 30 anos em Piracicaba e conta com a parceria da pianista Francine Rigitano nos trabalhos desenvolvidos pela Teia Vocal, um programa que proporciona a música como ferramenta de desenvolvimento humano.

Para ela, cantar é uma outra forma de se autoconhecer. “O indivíduo se conhece por outro ângulo e a proposta do Coral Canto Alegre é trabalhar com vivências musicais como um caminho além do desenvolvimento musical, mas de reflexão sobre a vida e as relações humanas”, ressalta.

O canto em grupo, segundo a regente, auxilia o participante em muitas questões pessoais, aprendizados como compartilhar, ouvir, interagir, vencer medos, timidez, estar juntos, entre outras soluções que colaboram para o desenvolvimento pessoal e comunitário. “Timbrar o seu som com o som do outro é o que produz a qualidade no canto coral e o papel do regente nesse processo é ligar a energia do grupo. Quando isso acontece de verdade, o público entra também nessa sintonia e, ambos, cantores e plateia, podem se transformar um pouquinho. Isso é a arte!”, conta a regente.

Deixe um comentário