Arte como Respiro Edição Cênicas em cartaz de 16 a 20/9

Cura de AfroBreak (foto: Jessica Pereira)
Cura de AfroBreak (foto: Jessica Pereira)

Data: 16/09/2020 - 20/09/2020
Horário: Dia inteiro
Local:
Link: Itaú Cultural
Ingressos: Gratuito
Classificação: Sem informações

De 16 a 20 de setembro (quarta-feira a domingo), o site do Itaú Cultural volta a ser palco para a programação do Festival Arte como Respiro – Edição Cênicas. As apresentações entram na rede sempre às 20h e ficam disponíveis no site por 24 horas. Já os espetáculos para crianças começam às 15h. O festival leva ao público mais um recorte dos contemplados na série de editais de emergência realizados pela instituição para apoiar artistas impactados pela suspensão social no contexto da pandemia do covid-19.

Desta vez, 28 artistas de 12 estados (Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo) apresentam 34 espetáculos de dança, teatro e circo para adultos e crianças.

Ao longo do mês, o Festival Arte como Respiro conta, ainda, com apresentação de contemplados de Música, do dia 23 ao 27, e de Artes Visuais, que entram no site do Itaú Cultural.

As reflexões sobre as consequências físicas e emocionais do atual momento de pandemia, assim como questões raciais e sociais, continuam em pauta nos espetáculos para adultos desta nova série de apresentações no Festival Arte como Respiro – Edição Cênicas. Com sessões em todos os dias da programação às 20h, este segundo recorte de espetáculos do mês também aborda memórias e lança o olhar ao ambiente externo, tendo a dança como linguagem predominante.

As sessões infantis, que acontecem no sábado e domingo, às 15h, o circo é quem dá o tom da temporada. Ocorrem apresentações de números tradicionais e outras servindo de base para a realização de espetáculos curtos.

Programação – Festival Arte como Respiro – Edição Cênicas

De 16 a 20 de setembro​
Espetáculos para crianças, a partir das 15h
Espetáculos para adultos, a partir das 20h
*Cada espetáculo fica disponível para visualização por 24h no site do Itaú Cultural.

Programação por dia
16/9, quarta-feira
17/9, quinta-feira
18/9, sexta-feira
19/9, sábado
20/9, domingo

16 de setembro, quarta-feira

Desabituar_foto Eric Vinicius.16/9 20h
Para adultos: Desabituar (CE)
De Grupo Fuzuê
Duração: 12 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: A videoperformance Desabituar é um desdobramento do espetáculo Palafita desenvolvido pelos artistas circenses Edmar Cândido e Eric Vinicius, do coletivo Fuzuê, que estreou em 2013 em Fortaleza. No momento atual, o grupo rediscute essa palafita e a relação entre dois artistas circenses com suas práticas e processos criativos no contexto da quarentena. Evocam uma conversa de reconexão com a casa, reabitar, resinificar a morada. O vídeo é produzido pelos artistas no interior da casa, vivenciando suas habilidades acrobáticas, investigando com seus corpos, inventando lugares, com móveis, portas, cadeiras, plantas, bancos, corredores. Desabituar é uma reconexão entre a casa e o mundo.

Ficha Técnica:
Argumento, direção, intérprete: Eric Vinícius e Edmar Cândido
Captação e edição de imagens: Edmar Cândido
Realização e parceria: Grupo Fuzuê e Artelaria Produções

Por-Aqui_Rosangela-Colares_foto-divulgação
Por-Aqui_Rosangela-Colares_foto-divulgação

16/9 20h
Para adultos: Por Aqui (PA)
De Coletive Um de Nós
Duração: 8 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cena de dança contemporânea criada em meio a pandemia da Covid-19. Com o distanciamento social e as mudanças repentinas na vida cotidiana, o grupo relata a realidade de Belém do Pará, propondo a criação de uma dança que trata da contraposição vivenciada pelos três artistas, uma realidade que se localiza entre a normalização da vida como fuga do perigo eminente e o isolamento, suas angustias, medos e acima de tudo a preocupação com as pessoas próximas e com a cidade em si. A obra traça uma reflexão acerca da relação com a noção de tempo, que não é mais regido pela cronologia conhecida. O tempo passa a ser marcado pelos noticiários, pelo número de pessoas contagiadas, pelo número de mortos.

Ficha técnica:
Intérpretes criadores: Bruno Cantanhede, Leo Barbosa e Rosangela Colares
Participantes: Ana Luiza Colares Lavand, Ana Beatriz Colares Lavand e Nilton Pereira Colares

Querida Mamae foto-Divulgacao.
Querida Mamae_foto-Divulgacao.

16/9 20h
Para adultos: Querida Mamãe, De Dora Por Sara (SP)
De Sara Antunes
Duração: aproximadamente 14 minutos
Classificação indicativa: 12 anos (Narração de violência física e psicológica. Angústia)
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse:
A partir do mergulho de Sara Antunes nos escritos de Maria Auxiliadora Lara Bracelos, a atriz-autora constrói um diálogo sensorial e íntimo com a estudante de medicina e sua mãe. Querida Mamãe, de Dora por Sara compartilha trechos de escritos, cartas da prisão e cartas do exílio trocadas entre a guerrilheira Maria Auxiliadora Lara Barcelos e Clélia Lara Barcelos, recriando o que chamava de “Represa de Dora”, um campo de comunicação entre o confinamento e a possibilidade da utopia. Essa pesquisa conjuga palavras reais em um tempo poético, tateando tanto os processos que levaram o corpo dela ao suicídio como o inverso: investiga um campo vibrátil para que ela reviva, em uma espécie de cartografia do encarnar, avessa a desistência, fomentando o aspecto subjetivo da resistência e memória, chamamento para atualizar referências de luta e de mulheres que se envolveram com a política no país. Experimentações para tirar dos corpos dilacerados pelo Brasil, da barbárie civilizatória um gesto poético feminino.
Ficha Técnica:
Concepção, direção, atuação, roteiro e montagem: Sara Antunes
Direção de fotografia, montagem, som e finalização: Henrique Landulfo
Participação: Angela Bicalho Antunes
Vozes: Maria Auxiliadora Lara Barcelos e Clelia Lara Barcelos
Extrato de Arquivo filme: Alma Clandestina, de José Barahona
Música final: Valsa Fúnebre, de Daniel Valentini

16/9 20h
Para adultos: Michel III (SP)
De Fabio Brandi Torres
Duração: 65 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Incomodado com o papel que lhe cabe no governo, Michel começa a se aproximar do centro do poder, buscando subir cada vez mais. A partir do momento em que estranhos seres profetizam que ele será rei, começa a fazer alianças que o ajudem a realizar essa profecia. As atitudes da atual majestade parecem facilitar os seus planos, já que ela rompe antigas parcerias e parece viver em um mundo à parte. Muitas forças começam a se voltar contra ela e passam a ver em Michel uma alternativa mais segura para os seus interesses. Mas nem tudo vai bem, já que um Juiz começa a fazer investigações que podem comprometer os aliados de Michel. Fica claro que é preciso fazer um pacto e estancar a sangria o quanto antes. Enquanto isso, ele tem que se contentar em ocupar um lugar de pouca relevância, sendo até desprezado pela atual majestade. Mesmo vendo alguns de seus aliados atingidos, Michel consegue reverter todos os problemas e vê a coroa cair em seu colo, tornando-se o Rei Michel III. Seu reinado começa junto com várias acusações, mas ele consegue manter o poder, ainda que viva sempre a insegurança de saber que pode ser destronado a qualquer momento.
Ficha Técnica:
Texto: Fabio Brandi Torres
Direção: Marcelo Varzea
Elenco: Marcelo Diaz, Amazyles de Almeida, Martha Meola, Fabiano Medeiros, Lena Roque, Jessé Scarpellini e Michel Waisman
Assistente de direção: Tadeu Freitas
Direção de movimento: Erica Rodrigues
Trilha sonora: Andre Ha
Iluminação: Lena Roque
Figurino: Vanessa Wander e Larissa Paulino
Visagismo: Igor Miranda
Responsável pela Gravação: Andre Há

Voltar ao índice.

17 de setembro, quinta-feira

17/9 20h
Para adultos: Dez Dias (RJ)
De Ana Luiza Fortes Carvalho
Duração: 14 minutos
Classificação indicativa: 12 anos (temática adulta)
Sinopse: Dez dias é um projeto entre uma argentina Sofía Brihet e a brasileira Ana Luiza Fortes de um exercício de escritura à quatro mãos, que constata que um diário é necessário para que outra coisa aconteça. Una fuerza de arranque, segundo a Sofía. Um disparador, para Ana. O projeto partiu de um desejo das artistas de compartilharem e reinventarem seus diários no contexto da quarentena, tornando-o um instrumento colaborativo, que ressignifique o momento atual, partindo da constatação de que o que se vive agora não pertence somente a esfera íntima, mas atravessa a todos. Dessa forma, um diário pessoal passa a ser algo coletivo, ressoando não só nas pessoas que o escrevem, mas também em quem o lê.
Ficha Técnica:
Criação: Ana Luiza Fortes e Sofía Brihet
Edição: Nicolás Turjanski

17/9 20h
Para adultos: Cartas Adiadas (SP)
De Sofia Ó e Juçara Amaral
Duração: aproximadamente 5 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Escrevemos uma à outra, cartas não enviadas: uma prática para atravessar distâncias que abriu as janelas para a invenção de uma dança. No dançar das histórias escritas em nossos corpos de mãe e filha, descobrimos os fragmentos que nos aproximam. Segredos ancestrais e memórias de tempos sem tempo. Uma carta dançada para o antes e o porvir que nos habitam.
Ficha técnica:
Concepção: Sofia Ó
Criação e performance: Juçara Amaral e Sofia Ó
Trilha sonora original: Luiz Bueno e Raul Misturada
Captação de imagens: Sofia Ó, Juçara Amaral e Raul Misturada
Edição de vídeo: Sofia Ó e Raul Misturada
Mixagem: Raul Misturada
Masterização: Gabriel Borttolato

17/9 20h
Para adultos: A última carta (BA)
De Dadiele Lima, Felipe Calicott e Gabriel Caldas
Duração: 4 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: A saudade é um sentimento que faz parte das relações cotidianas vividas por todos. Mas o que fazer quando ela não tem prazo e nem possibilidade de se findar? A última carta revela a saudade de duas personagens imersas nesse importante sentimento e também é uma exposição das múltiplas faces da saudade. Tem saudades que são passageiras e outras que são eternas.
Ficha Técnica:
Texto: Felipe Calicott
Atores: Dadiele Lima e Felipe Calicott
Trilha: Gabriel Caldas, Felipe Calicott e Dadiele Lima
Edição: Felipe Calicott

17/9 20h
Para adultos: Memórias em Improvisos (PR)
De Cia Mano a Mana
Duração: 36 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Interpretada pelos irmãos Marcos Souza – músico – e Karina Souza – atriz, bailarina e cantora –, a peça resgata lembranças do pai, músico e compositor Chico Mário, irmão do sociólogo Betinho e do cartunista Henfil. Um misto de movimentos, sons e interpretações, com elementos cênicos capazes de transmitir as mais sutis recordações. Marcos e Karina utilizam diferentes linguagens artísticas, como música, dança, teatro, textos e gravações. A direção é de Chico Pelúcio, do Grupo Galpão (MG).
Ficha Técnica:
Roteiro e direção: Chico Pelúcio
Piano e direção musical: Marcos Souza
Teatro, dança e coreografia: Karina Souza
Figurino e objetos de cena: Ana Luisa Santos
Iluminação: Wladimir Medeiros

17/9 20h
Para adultos: Plano de Abandono | Minha Mãe é Uma Semideusa (RN)
De Mainá Santana e Rene Loui
Duração: aproximadamente 6 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Neste, que é o primeiro de dois capítulos da websérie, fragmentos de dança se reorganizam por meio do encontro à distância. Nele, os cotidianos estão recortados por memórias e pela instabilidade, costurados com uma dose de humor por dois corpos negros.
Ficha Técnica:
Direção: Mainá Santana e René Loui
Concepção: Mainá Santana e René Loui
Interpretação: Mainá Santana e René Loui
Produção do Projeto: Arthur Moura, Mainá Santana, René Loui e Willy Helm
Fotografia e iluminação: Arthur Moura, Mainá Santana, René Loui e Willy Helm
Captação de Imagens: Arthur Moura, Mainá Santana, René Loui e Willy Helm
Montagem e Edição: Mainá Santana
Figurino: Mainá Santana e René Loui
Concepção de Trilha Sonora: Mainá Santana e René Loui

Voltar ao índice.

18 de setembro, sexta-feira

18/9 20h
Para adulto: Crise humana ou ambiental? (SP)
De Raquel Polistchuck Nogueira
Duração: 3 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse:
Crise ambiental ou humana? A pergunta que implica e questiona o homem como responsável pelos seus hábitos e seja qual for a escolha dessa resposta, o ego da produção humana é colocado em questão. O trabalho é fruto de uma pesquisa de corpo, comportamento humano, política. Um vídeo-arte que comunica em trilha, corpo, imagem e sensorial a relação humana com a natureza.
Ficha Técnica:
Roteiro e direção: Raquel Polistchuck
Fotografia e direção: Felipe Camara
Trilha Sonora: Carlos do Complexo
Atores: Raquel Polistchuck e Samuel melo

18/9 20h
Para adulto: Dentro de casa em dia de sol (SP)
De Alice Tibery Rende
Duração: 4 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse:
Em uma caravana pequena e escura se escondem mistérios. Uma pessoa dança sua necessidade do outro. A aparente contradição em seguir recluso no primeiro dia de sol, após um longo inverno. Como quando nossos sentimentos nos remodelam a face, a deformação do rosto enquanto imagem de estado interior. Eterna vontade de liberdade. O presente vídeo foi realizado por artistas que estavam em turnê pela Europa e devido à pandemia de Covid-19 ficaram confinados na França por causa do fechamento das fronteiras com o Brasil.
Ficha Técnica:
Ideia original e performance: Alice Rende
Direção de imagem, fotografia e câmera: Andrea Speranza

18/9 20h
Para adultos: Mula (PB)
De Isaura Tupiniquim
Duração: 10 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Performance que dramatiza um suposto cotidiano. Evidencia possíveis incoerências entre ação e contexto. O trabalho de jardinagem, de retirar os galhos mortos da cerca viva, toma uma dimensão expressionista que simula e emula um flamenco bastardo. A mulher mula que me torno está elegantemente desajustada, forte, precisa, frágil, perdida, em batalha entre sua condição domesticada e selvagem.
Ficha Técnica:
Concepção, performance, trilha, poema, câmera e edição de vídeo: Isaura Tupiniquim
Colaboração: Zéfere

18/9 20h
Para adultos: Cura (SP)
De AfroBreak
Duração: aproximadamente 8 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: O espaço abandonado carrega sinais de histórias perdidas, onde a natureza resiste à marca do tombo e volta ao seu estado original, superando a intervenção de humanos. Ela se refaz, mas eles sem ela, não. São faces representadas em máscaras e corpos dançantes em busca de uma felicidade vazia, que adoece quem não vive a sua identidade. Muitos não sabem, mas seguem confusos em busca da cura.
Ficha técnica:
Direção: Gerson Cardoso
Elenco: Davi Bizerra, Gerson Cardoso e Jessica Pereira
Trilha original: Gerson Cardoso
Figurino: produção coletiva AfroBreak
Produção: Lucilene Santos

18/9 20h
Para adultos: Sentidos (GO)
De Eva Maria
Duração: aproximadamente 10 minutos
Classificação indicativa: livre (presença de nudez de caráter não erótico)
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: A percepção e a consciência voltada para os sentidos e suas profundezas, a partir de uma perspectiva holística sobre ser humano, vivenciar o corpo em conexão com as relações sociais e ambientais. A pele, os músculos, os ossos, os órgãos, todo o organismo está sendo dançado, inspirado pelas formas, texturas, sons, cores e luminosidades, sendo a poesia portadora das histórias viventes no bioma Cerrado. Estéticas que evocam afetividades sensoriais, atuando como uma arte medicinal em relação com o Planeta Terra. No contexto de isolamento social, diante de vulnerabilidades em relação à saúde, a economia e as necessidades básicas de sobrevivência, se faz presente a busca por sentidos autênticos para viver e manter uma conexão com a vida e a criatividade. Como manter a confiança durante uma época de incertezas, em uma situação totalmente nova e desconhecida? Como a arte pode proporcionar a força e a beleza para continuar criando, acreditando na vida e resgatar vínculos? As imagens trazem à tona memórias que desvendam afetividades para despertar sonhos de possíveis futuros diante de incertezas, questionando o capitalismo e voltando a valorizar o que é essencial para preservar a vida.
Ficha Técnica:
Ficha técnica: Concepção, Performance e edição: Eva Maria Maria
Imagens: Mateus Almeida, Carla Mori e Eva Maria Maria
Trilha sonora: música Pulse de Hiroko Komiya
Alto Paraíso de Goiás, Goiás, Brasil, 2020.

18/9 Às 20h
Para adultos: Silêncio (SP)
De Coletivo Um Café da Manhã
Duração: 8 minutos
Classificação indicativa: 10 anos
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Trata-se da releitura de um número circense em curta metragem, com o olhar dos artistas sobre os efeitos do isolamento. De diversos lugares do mundo, os integrantes do coletivo trocaram relatos e manifestaram seus anseios. Baseado em um experimento de movimentos acrobáticos e expressivos em double trapézio, gravados em 2017, tenta inibir as distrações do mundo cotidiano para chamar a atenção para uma conexão real de cada um com sua identidade e seu propósito.
Ficha técnica:
Elenco: Ana Coll e Kadu Mendes
Direção, imagem e edição: Ronaldo Cahin
Vozes: Paulo Candusso, Paulo Maeda, Alexandre Zullu, Celso José e Daniel Elias

Voltar ao índice.

19 de setembro, sábado

19/9 15h
Para crianças: Chevette & Cotoco – Apresentação de Malabares (SP)
De Sidney Herzog e Bernardo Herzog
Duração: aproximadamente 3 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: O Palhaço Chevette com seu filho Cotoco fazem uma linda apresentação de malabares, demonstrando técnicas e todo charme dessa incrível dupla.
Ficha técnica:
Palhaço Chevette: Sidney Herzog
Palhaço Cotoco: Bernardo Herzog
Produção, Edição e Direção artística: Audrey Inácio

19/9 15h
Para crianças: Enclaunsurados (SC)
De Cia Dalecirco
Duração: 5 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Enclaunsurados é um trabalho de palhaçaria com três cenas curtas e narrativa não verbal. Desenvolvidas a partir do convívio descotidiano devido a pandemia da Covid-19. O casal brinca com sentimentos vindos dessa situação de isolamento e crise social: desânimo, vontade de ter uma ideia, esperança e realidade dura vivida pela grande maioria da população, em relação a escassez econômica e assistência social. Dia a dia em curtas cenas onde mostram como um dia ruim pode ficar melhor ou não, mas mesmo assim não deixam de tentar. Inspirados no cinema mudo, fazem uma aceleração na edição do vídeo e utilizam-se de música de piano instrumental para trazer essa referência sutil da estética do vídeo.
Ficha técnica:
Roteiro, captação de imagem: Ana Paula Grigoli e Carlos Velazquez
Atuação: Ana Paula Grigoli e Carlos Velazquez (palhaça Pituca da Rosa e palhaço Chico Chan)
Edição de vídeo: Ana Paula Grigoli
Captação de imagem: Tomáz Grigoli Velazquez (filhote)

19/9 15h
Para crianças: O incrível salto da pulga (SP)
De Caravana Tapioca
Duração: aproximadamente 5 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: O palhaço Cavaco apresenta Maria, a pulga adestrada que tentará realizar o incrível salto no copo d’agua e ser lançada do canhão para o espaço sideral! Será que ela será capaz de quebrar todos os recordes?
Ficha Técnica:
Atuação, cenário, criação e edição: Anderson Machado
Figurino: Luciano Pontes
Trilha Sonora: “Entry Of The Gladiators” – Album: The Word of the Philip Jones Brass Ensemble

19/9 Às 15h
Para crianças: Chá comigo (SP)
De Caravana Tapioca
Duração: 2 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Nina se diverte com tudo que encontra enquanto prepara um chá para tomar com uma convidada muito especial. Essa é uma cena do espetáculo Chá Comigo adaptada para versão em vídeo.
Ficha Técnica:
Atuação: Giulia Cooper
Edição e cenografia: Anderson Machado
Criação: Caravana Tapioca
Trilha Sonora: “Pinguinho de gente”, de Altamiro Carrilho / Álbum: Clube dos Chorões.

19/9 15h
Para crianças: Foca Fofoca (SP)
De Caravana Tapioca
Duração: 6 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Diretamente do Polo Norte para dentro da sua casa, Cavaco apresenta a foca mais fofa do mundo e suas incríveis habilidades! Cena adaptada do espetáculo Circo Caravana.
Ficha Técnica:
Atuação: Giulia Cooper e Anderson Machado
Figurino: Luciano Pontes
Edição, direção e cenografia: Anderson Machado
Dramaturgia: Caravana Tapioca
Trilha Sonora: 1 – Entry Of The Gladiators – Álbum: The Word of the Philip Jones Brass Ensemble/ 2 – Tuvyahs Medley – Album: The Klezmer Tradition in the Land of Israel

19/9 20h
Para adultos: Isolatta (SP)
De Estúdio NU
Duração: 12 minutos
Classificação indicativa: 12 anos (nudez velada)
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Conta um dia de quatro artistas isolados cada um em seu apartamento no mesmo prédio contrapondo a hiper-realidade da experiência cotidiana da quarentena com a poetização das mesmas angústias, desejos e esperanças compartilhadas por todos através da dança, mostrando, ao cabo, estarmos unidos na resistência a estes tempos turbulentos, quando acalma não mais precede, mas contém a tempestade.
Ficha Técnica:
Direção e Roteiro: Fábia Mirassos, Hugo Faz, Naiara Laila e Rony Hernandes
Direção de Atuação: Hugo Faz
Design de Produção: Rony Hernandes
Assistência de Produção: Fábia Mirassos e Naiara Laila
Montagem e Edição: Hugo Faz, Naiara Laila e Rony Hernandes
Direção de Fotografia: Hugo Faz e Rony Hernandes
Assistência de Fotografia: Naiara Laila
Direção de Arte: Hugo Faz, Naiara Laila e Rony Hernandes
Maquiagem: Fábia Mirassos
Trilha Sonora: XAN
Sonoplastia: Rony Hernandes
Edição de Som e Mixagem: Hugo Faz
Preparação de Elenco: Fábia Mirassos
Coreografia: Naiara Laila e Rony Hernandes
Elenco: Fábia Mirassos, Hugo Faz, Naiara Laila e Rony Hernandes
Animais: Éowyn e Zéphyr
Produção: Estúdio NU Produções Artísticas

19/9 20h
Para adultos: Nem me Covid (BA)
De Felipe Miranda Figueiredo
Duração: 8 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Nem Me Covid problematiza a necessidade de enclausuramento diante do desejo constante de fuga, de contato com outro, da liberdade de apenas poder escolher ir. Condição que convida a mergulhar nas individualidades e repensá-las drasticamente nesse contexto de tanta limitação. Uma realidade em que as pessoas reaprendem a conviver consigo mesmas e a repensarem a relação com quem está mais próximo.
Ficha técnica:
Autores/Atores: Ella Nascimento, Felipe Calicott e Vagner Jesus
Imagens: Alexandre Mota, Ella Nascimento e Viviane Lima Montagem
Finalização: Alexandre Mota e Vagner Jesus

19/9 20h
Para adultos: Combate ao Racismo (BA)
De Wilton Santos de Jesus
Duração: 110 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Espetáculo com poesias da literatura afro-brasileira e que tem como finalidade fomentar o respeito ao negro, ao branco, ao índio e a todas as classes sociais. Busca minimizar todos os estereótipos contra a negritude. Conta com cenário rústico com símbolos africanos.
Ficha Técnica:
Intérprete: Wilton Santos
Figurino: Wilton Santos
Cenário: Wilton Santos
Percussão: Gleice Maria
Efeitos: Jandisson Oliveira
Filmagem: Angelica Oliveira
Foto: Robetta
Maquiagem: Ana Catarina
Textos: Castro Alves e Wilton Santos
Músicas: Clara Nunes, samba de roda, melodias da capoeira e Músicas populares do quilombo.
Direção artística: Wilton Santos

19/9 20h
Para adultos: O Encontro – Malcolm X e Martin Luther King Jr (SP)
De Aline Mohamad Limna
Duração: 69 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: O Encontro é uma peça de câmara, um recital e, apesar de se basear nas ideias, atuações e estratégias dos dois maiores líderes negros americanos de todos os tempos, não se restringe apenas ao lado político e histórico presentes nas trajetórias dos dois. O lado humano de Martin Luther King e Malcolm X invade a cena e mostra que por trás de qualquer ideologia ou estratégia de ação existe um ser humano, com dúvidas, contradições, idealismo e paixão pela causa a que se dedica.
Ficha Técnica:
Texto: Jeff Stetson
Tradução: Rogério Côrrea
Direção: Isaac Bernat
Elenco: Caio Nunez, Drayson Menezzes, Luiza Loroza, Izak Dahora e Rodrigo França
Direção Musical: Serjão Loroza
Direção de Movimento: Cátia Costa
Iluminação: Aurélio de Simoni
Cenário: Dóris Rollemberg
Figurinos: Desirée Bastos
Visagismo/Beleza: Diego Nardes
Orientação Científica: Lourenço Cardoso
Vídeos: Caleidoskópica Produções | Clara Eyer e Elea Mercúrio
Fotos: Caleidoskópica Produções e Julio Ricardo
Programação Visual: Raquel Alvarenga
Assessoria de Imprensa: Marrom Glacê | Gisele Machado e Bruno Morais
Assistente de Direção: Luíza Loroza
Assistente de Direção Musical: João Felipe Loroza
Assistente de Produção: Renan Fidalgo
Cenotécnicos: André Salles e Ricardo Darin
Estagiária de Figurino: Laura D’Aiuto Gutnik
Idealização: Aline Mohamad e Isaac Bernat
Produção e Realização: MS Arte & Cultura | Aline Mohamad e Gabriel Salabert

Voltar ao índice.

20 de setembro, domingo

20/9 15h
Para crianças: Jerônimo em Quarentena (SP)
De Companhia Circo Caramba
Duração: 11 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: O palhaço Jerônimo marcou uma live com a sua banda, mas por causa da quarentena os músicos decidiram não comparecer. Para não decepcionar seu público, Jerônimo terá de se transformar em uma banda de um homem só.
Ficha técnica:
Concepção, atuação, filmagem e edição: Thiago Sales
Realização: Circo Caramba

20/9 15h
Para crianças: Histórias de Pijama | vídeo 01- A Coisa Mais Bonita do Mundo (RS)
De Associação Varanda Cultural
Duração: 4 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cinco pequenas histórias sobre amor, trabalho, crítica social e muita ludicidade. O primeiro vídeo é sobre uma divertida disputa que revela que o belo é mais simples do que se pensa.
Ficha Técnica:
Criação e atuação: Cristiane de Freitas e César Cougo Camargo
Realização: Varanda Cultural

20/9 15h
Para crianças: Histórias de Pijama | vídeo 02 – Tira a mão daí que eu sento (RS)
De Associação Varanda Cultural
Duração: 3 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cinco pequenas histórias sobre amor, trabalho, crítica social e muita ludicidade. No segundo vídeo, dois personagens disputam um espaço na grama e somente uma pessoa poderá ajudá-los na solução desse conflito.
Ficha Técnica:
Criação e atuação: Cristiane de Freitas e César Cougo Camargo
Realização: Varanda Cultural

20/9 15h
Para crianças: Histórias de Pijama | vídeo 03 – Trabalho e Semente (RS)
De Associação Varanda Cultural
Duração: 5 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cinco pequenas histórias sobre amor, trabalho, crítica social e muita ludicidade. No terceiro vídeo, um agricultor ama suas sementes, o sol, a natureza e trabalha por horas a fio, mas seu patrão não está satisfeito.
Ficha Técnica:
Criação e atuação: Cristiane de Freitas e César Cougo Camargo
Realização: Varanda Cultural

20/9 15h
Para crianças: Histórias de Pijama| vídeo 04- A Pior Coisa do Mundo (RS)
De Associação Varanda Cultural
Duração: 2 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cinco pequenas histórias sobre amor, trabalho, crítica social e muita ludicidade. No quarto vídeo, as coisas nem sempre são o que parecem.
Ficha Técnica:
Criação e atuação: Cristiane de Freitas e César Cougo Camargo
Realização: Varanda Cultural

20/9 15h
Para crianças: Histórias de Pijama | 05 – De Janela em Janela (RS)
De Associação Varanda Cultural
Duração: 2 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Cinco pequenas histórias sobre amor, trabalho, crítica social e muita ludicidade. No quinto vídeo, as coisas nem sempre são o que parecem.
Ficha Técnica:
Criação e atuação: Cristiane de Freitas e César Cougo Camargo
Realização: Varanda Cultural

20/9 20h
Para adultos: Emoticon | Quarentena (RJ)
De Daniella de Araújo Lima
Duração: 15 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: Série de retratos de ativistas, artistas e trabalhadores essenciais de diferentes contextos sociais do Rio de Janeiro, feitos em maio de 2020, durante a quarentena decretada, com o uso de telefones celulares e através do aplicativo de vídeo-chamadas Zoom. O projeto Emoticon parte da realização de retratos e de uma constelação de questões que perpassam e mobilizam os retratados, para partilhar coletivamente os afetos e perguntas que se presentificam nos corpos. O arquivo Emoticon surgiu em 2016, com a série de retratos do projeto HO-BRA e em seguida com a série Dança Carioca, considerada pela crítica especializada como um dos destaques do ano.
Ficha Técnica:
Criação e realização: Dani Lima e Clara Cavour
Convidados retratados: Anna Dantes: Anápuàka Tupinambá; Dominic Barter; Jorge Braga Jr.; Magda Gomes; Maria Izabel Monteiro; Marilza Barbosa Floriano; Natasha Corbelino; Nicola Worcman; Rita Diva; Silvia Flaksman; Wildson França

20/9 20h
Para adultos: Vizinhos (SP)
De Quase Companhia
Duração: 15 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: No momento atual, em que é necessário o isolamento social, qual é a relação entre indivíduos que, morando em apartamentos, vivem de forma fisicamente próxima, mas pessoalmente distante? A cena Vizinhos busca promover, através da comédia, reflexões acerca das relações da vida urbanizada e, neste contexto, narra a história de duas pessoas com hábitos que, de tão distintos, acabam por se cruzar promovendo desentendimentos. Os vizinhos se comunicam de todas as maneiras possíveis demonstrando seus incômodos com o modo de vida do outro e até entram em guerra, mas sem nunca dialogar.
Ficha Técnica:
Vizinho 1: Cleomacio Inacio Miranda
Vizinho 2: Lheo Shiroma
Câmera: Letícia Pereira
Roteiro: Quase Companhia
Direção: Quase Companhia
Edição: Guilherme Giannetto
Música: youtube library
Figurino: Acervo e VCL Prods
Apoio: VCL Prods
Realização: Quase Companhia

20/9 20h
Para adultos: Sobre o que não é dito (GO)
De Gir8 Cia de Dança
Duração: 15 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: A Rotina: fui expulso para dentro e lá fora já não posso estar. Urgente se faz faxinar. Chão, mão, coração. Estático, imerso no meu eu, entre paredes que habito há anos. Tudo mudou, tudo se faz novo: cores, dores, dias e noites. Por isso danço, busco purificação. Leveza e paixão. Danço para me elevar, por ter onde habitar, por poder me isolar. Pela oportunidade de, realmente, me encontrar. A pandemia parou o planeta. Os países, o Brasil, os estados, as cidades, os bairros, as casas. Tensão e ansiedade estão presentes em diversos momentos do processo criativo realizado. As cenas foram gravadas dentro da casa de cada bailarino, durante a quarentena, devido a Covid-19. Aos poucos, parte da rotina de cada um vai sendo mostrada. Seis bailarinos e várias sensações se misturam aos movimentos que surgem de provocações reais: medo, frustrações, melancolia e felicidade. Mesmo separados pela distância, a conexão existe e mostra a ligação energética que temos com quem amamos, com quem nos relacionamos. Apesar de separados, dançamos juntos!
Ficha Técnica:
Direção Geral: Elaine Cruz
Direção Artística e Coreográfica: Joisy Amorim
Direção de Arte e Edição de vídeo: VJ Paulinho Pessoa
Concepção e Provocação: Elaine Cruz e Joisy Amorim
Bailarinos Cocriadores: Emanu Rodrigues, Inaê Silva, Isabel Mamede, Felipe Silva, Jean Valber e Murilo Heindrich
Captação de Imagens: bailarinos
Trilha Sonora (criação e execução): Cleyber Ribeiro
Preparação Cênica: Vanderlei Roncato
Direção de Ensaio Giro8: Erica Bearlz
Produção: Igor Maciel
Realização: Giro8 Cia de Dança

20/9 20h
Para adultos: InstHabilidade (MG)
De Cia de Dança 1 Ato
Duração: 24 minutos
Classificação indicativa: livre
Em www.itaucultural.org.br
Sinopse: A partir do espaço limitado de suas casas e com limites de tato e contato, os bailarinos do Grupo de Dança 1º Ato criam, durante a quarentena, estados permanentes de quedas e suspensões. Caindo e levantando, tateando e aprendendo habilidades de lidar com a instabilidade da vida.
Ficha Técnica:
Direção: Suely Machado
Bailarinos: Alex Dias – Ana Virginia Guimarães – Erika Rosendo – Lucas Resende – Marcela Rosa – Marcella Gozzi – Pablo Ramon e Vanessa Liga
Textos: Erika Rosendo, Marcela Rosa e Ana Virgínia Guimarães
Músicas: Lula Ribeiro e Walter Lang

Como chegar Map Unavailable

Coloque na sua agenda iCal 0 As informações sobre os eventos (datas, horários, preços etc.) são de responsabilidade dos promotores e podem ser alteradas por eles em aviso prévio. Confirme as informações com os promotores previamente.

Veja mais eventos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome